Exercícios físicos para crianças: diversão e não obrigação!

Exercícios físicos para crianças devem ser incentivados pelos pais, porém, com calma e sem obrigações. Este estilo de vida, bastante positivo, deve ser implementado de forma natural, evitando o tédio e a insistência. Muitas vezes um amiguinho da escola começa a fazer um esporte e a criança quer fazer também.

Os pais, por sua vez, querem que o filho pratique uma modalidade que curtem. De todo modo, é necessário observar qual a habilidade do seu filho. Ele vai curtir o esporte que você curte? Muitas vezes não.

 

Dicas para implementar a atividade física de forma natural

  • Deixe seu filho escolher uma atividade física. Nunca coloque a criança para praticar algo que você quer e não ela.
  • Respeite quando a criança não quer treinar. Tem dias, para crianças e até para adultos, que não estamos com vontade de fazer nada. É normal e faz parte de qualquer processo. Tenha bom senso. Algumas vezes vale insistir, porque quando elas iniciam a aula, acabam aproveitando do começo ao fim. Porém, se a criança entrar na aula e ficar desanimada, é hora de sentar, conversar e deixá-la descansar, para que ela não veja a atividade como um fator negativo.
  • Estipule metas para seu filho, assim que atingidas, comemore, fique feliz por ele. Pais felizes são uma motivação extra para as crianças.
  • Tenha sensibilidade para notar qual a identidade esportiva dos seus filhos. Isso vai partir muito da proximidade da família com a criança, já que os pais entendem mais que ninguém cada olhar, sentimento de superação e habilidades que são desenvolvidas a medida que a criança se identifica com a atividade. Quando a criança gosta do exercício, ela é a primeira a falar para os pais “vamos rápido?!”, “é amanhã minha aula?”, “já acabou?”.

Vale lembrar que:

A desistência na atividade física acontece pela insistência dos pais em uma modalidade que não tem a identidade do filho. É necessário detectar logo cedo, para que o pequeno seja sempre uma pessoa ativa, com saúde e bem-estar e não veja a esporte como fator negativo.

Como detectar que aquela não é a atividade física para seu filho

  • Tenha sempre o feedback do professor, pois ele será a peça chave para dizer se seu filho está ou não empenhado na atividade.
  • Observe se seu filho vai para a aula motivado ou não. Se for um sentimento constante, converse e pergunte qual modalidade tem vontade de fazer e por que não está gostando.
  • Nas aulas, observe se seu filho participa ou não. Se ele ficar em um cantinho, acuado, é necessário conversar para analisar se é timidez ou desmotivação.
  • Depois da aula, pergunte ao seu filho: “Como foi? Gostou? O que você aprendeu?”. A criança sempre expressa seus sentimentos. Se ela não estiver satisfeita, irá falar.

Vale lembrar que há crianças que fazem “charme” e manha. Como pai, você tem que detectar se é ou não drama,  porque se for, vale conversar e enaltecer os pontos positivos e tudo que ele já progrediu no esporte que tem habilidade.

 

fonte: viva bem uol

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *